Reflexões acerca do 1º mês da THE destinies of SENSES

Desde a inauguração a 1 de Novembro, a THE destinies of SENSES não tem parado. Para além da exposição virtual temos promovido vários eventos que tem como mote a arte e a cultura digital.

A marcar o dia da abertura oficial do nosso pavilhão virtual (não deixem de visitar: http://www.destiniesofsense.com/), tivemos a performance de dança em mundos virtuais da artista brasileira Isa Seppi. A Isa irá apresentar no decorrer da bienal THE WRONG, até março de 2010, uma mostra retrospectiva das suas principais coreografias, desenvolvidas com a MADaboutDANCE, no mundo virtual Second Life. 



No dia 13 de Novembro a Pilar Pérez  apresentou uma Performance e Artist Talk, online, transmitida em directo na THE destinies of SENSES. A Pilar gentilmente nos enviou um texto onde explica o seu percurso artístico na performance de uma forma muito clara e resumida: "Mi trabajo performático lo realizo en el ámbito académico, como maestra en la Universidad y en los distintos espacios a donde me lleva la labor docente e investigadora. Es una trayectoria que comencé con mi trabajo fin de carrera “Vía Crucis”, en la Facultad de Bellas Artes UCM, en 1995. El sentido es un tipo de activismo, desplegado en forma de acciones rituales con una importante carga simbólica. La construcción conceptual en torno a la cuestión de sexo/género. Normalmente las acciones se cruzan con el tiempo cotidiano o extraordinario de la vida académica. Algunas han sido piezas longitudinales, como “Ente-Pato Corporativo”, a lo largo del curso 2006-2007, “Uniforme Posbolonio” de octubre de 2011 a octubre de 2015 y “Yo visto a mi maestra” entre el 2016 y el 2018. Significar la utilización de las ropas, a veces a modo de uniformes, y la repetición de ritmos que utilizan la permanencia, el estar en el tiempo, como parte de las claves utilizadas en esta trayectoria creativa y vital."



No dia 15, Bruno Mendes da Silva partilhou connosco uma artist talk onde apresentou o seu filme interativo Cadavre Exquis. Cadvre Exquis é uma versão online da instalação Cadavre  Exquis Expanded onde o espectador interage com o filme através dos seus movimentos corporais. O filme é inspirado no jogo surrealista homónimo.


No dia seguinte, Isa Seppi apresentou a sua Artist talk através do seu avatar Janjii Rugani, seguindo-se a performance Stick Dance. Stick Dance é uma reconstituição no second-life da coreografia Stick Dance (1922) de Oskar Schlemmer, professor e director artístico da Bauhaus.



No dia 17 foi a vez de Maria Pita Guerreiro, estudante de mestrado na Konstfack University of Arts,Crafts and Design,em Estocolmo, apresentar a sua Artist Talk sobre os 2 projetos em exposição: 360º Underwater e Vitamin D Home Lab.



Em 22 de Novembro, Alexandra Cruchinho, fotógrafa, produtora de moda e docente da Esart - Politécnico  de Castelo Branco, onde coordena a licenciatura e mestrado em design de moda e têxtil, apresentou a artist talk onde mostrou alguns trabalhos dos alunos e nos falou da transversalidade e multi-disciplinariedade do ensino de design de moda.



Durante este mês contamos também com o Virtual Dance Workshop oferecido pela Isa Seppi e MADaboutDance Company, que continuará no mês de Dezembro.

Foi um mês bastante preenchido, e a agenda continua para os próximos meses. Com mais algumas surpresas





Sem comentários:

Publicar um comentário